PROCESSADOR DE TEXTOS

Sites ResponsivosUm pouco de história…
O ser humano tem como característica repassar o conhecimento adquirido para as
gerações futuras. Para realizar isso, eram utilizadas a escrita e as ilustrações. Antigamente
tudo era feito a mão, o que tornava o processo trabalhoso e lento para o escritor. Houve um
avanço tecnológico com a chegada da máquina de escrever, tornando o processo de redação
mais rápido, por meio da datilografia.
Figura 31: A máquina de escrever, hoje em
dia, já é considerada por muitos “peça de
museu”.
O site Virtual Typewriter Museum (que na tradução do inglês para o português significa
“Museu Virtual da Máquina de Escrever”) é a adaptação de um livro que conta a história
dessa invenção do século XIX: http://www.typewritermuseum.org/
No entanto, a máquina de escrever não permitia a inserção de figuras, quadros e tabelas,
além de apresentar outras limitações. Já com a chegada do computador e dos aplicativos de
processamento de textos, o modo de produzir textos foi alterado significativamente. Alguma
vez você já teve que utilizar uma máquina de escrever? Imagine que você cometesse um erro
qualquer na digitação, sendo que o documento não pudesse ter rasuras. O que você iria fazer?
Provavelmente digitaria o documento todo novamente, não é mesmo? Muito mais simples é
resolver esse tipo de problema quando utilizamos um PROCESSADOR DE TEXTO no
computador, pois um erro pode ser apagado facilmente apertando a tecla “Delete”.
O Microsoft Office Word
Desenvolvido pela Microsoft, o Microsoft Office Word, também conhecido somente
como Word, é o mais popular dos processadores de texto. Faz parte do pacote de aplicativos
Office.
O uso de um processador de textos em geral segue a seguinte seqüência:
digitação do texto;
edição do texto digitado (inserção, substituição ou exclusão de alguma palavra ou
Página 48 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
caractere como pontuação, acentuação, entre outros);
inserção de objetos não-textuais (figuras, por exemplo);
formatação do documento (refere-se à aparência do texto, sua estrutura);
armazenamento do documento em algum dispositivo de memória secundária
(disco rígido, CD, pendrive, entre outros) e/ou a impressão do documento.
Nem sempre essa seqüência é seguida. Há usuários que preferem ir digitando o texto e
ao mesmo tempo ir inserindo objetos não-textuais, ou até mesmo já formatar o texto. Mas o
importante é sempre salvar (armazenar) o documento à medida que ele é alterado, pois uma
falha no computador pode comprometer horas de trabalho. Lembre-se disso!
Figura 32: Essa é a tela inicial do Microsoft Office Word com seus
principais componentes.
Digitação de textos
A digitação é semelhante à datilografia. Você aperta uma tecla e o resultado é ecoado na
tela do computador a partir do PONTO DE INSERÇÃO. No entanto, no teclado existem
algumas teclas especiais que combinadas geram alguns resultados diferentes.
PONTO DE INSERÇÃO
É a barra vertical que fica piscando na área de edição de texto do documento.
Veja abaixo a função de algumas teclas importantes.
SHIFT ( ) – Quando pressionada juntamente com uma letra, produz caracteres
Página 49 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
maiúsculos. É usada também para acessar teclas de dupla função. Nas teclas que
apresentam dois caracteres (por exemplo, 5 e %), para inserir o caracter mais
acima presente na tecla (nesse caso o %), basta apertar Shift + a tecla desejada.
FIXA (CAPS LOCK) – Fixa caracteres maiúsculos quando ativada.
BACKSPACE ( ) – Apaga caracteres à esquerda do ponto de inserção.
DELETE – Apaga caracteres à direita do ponto de inserção.
BARRA DE ESPAÇOS – Insere espaços entre caracteres.
ENTER – Muda o cursor (ponto de inserção) de linha, alinhando-o à esquerda.
HOME – Posiciona o cursor (ponto de inserção) no início da linha.
END – Posiciona o cursor (ponto de inserção) no final da linha.
PAGE UP – Rola uma tela acima.
PAGE DOWN – Rola uma tela abaixo.
NUM LOCK – Ativa o teclado numérico.
TECLAS DE DIREÇÃO – São teclas formadas por setas (acima, abaixo, direita,
esquerda). São utilizadas para movermos o cursor no texto.
Salvando o documento
Após digitarmos nosso texto vamos aprender a Salvá-lo
em nosso computador. Salvar significa (guardá-lo) em forma
de Arquivo, para todas as vezes que precisarmos dele, ele
esteja disponível para qualquer alteração. Vamos Começar:
dê um clique no botão Salvar que se encontra na Barra de
ferramentas padrão do Word (Figura 7.3).
Assim que você clicar neste botão
uma caixa de diálogo aparece na
tela. É nela que vamos indicar onde
e com que nome o texto vai ser
gravado.
A figura 7.4 mostra como salvar um
documento e quais as medidas a
serem tomadas:
1) Na Caixa
Salvar Como: escolha a opção Meus Documentos.
Página 50 de 126
Figura 33: Salvando o
Documento – Parte 1
Aqui está o
botão
Salvar
Figura 34: Salvando o Documento – Parte 2
Local onde
será salvo o
documento.
Aqui é onde
especificamos
O nome do nosso
documento.

Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
2) Na Caixa Nome do Arquivo, apague o texto existente e digite: tecnologia
3) Após digitar dê um clique no Botão Salvar.
Assim Salvamos nosso documento
Repare que “.doc” é a extensão dos arquivos criados pelo Microsoft Office Word.
Existe também a opção “Salvar Como” no menu “Arquivo”, que salva outra cópia do
documento atual, caso ele já tenha sido previamente salvo. Essa opção mantém o arquivo
original intacto. Se você não realizar nenhuma mudança no arquivo original e usar a opção
“Salvar Como”, é como se você estivesse simplesmente fazendo uma cópia do documento. No
entanto, se já tiver realizado alguma alteração no arquivo original e usar a opção “Salvar
Como”, você cria um novo arquivo com as modificações inseridas, mas mantendo o arquivo
original intacto.
MULTIMÍDIA
Para assistir a um vídeo sobre os conceitos básicos do Microsoft Office Word 2003, acesse o
site http://www.youtube.com/ watch?v=5YBWowPLNBw
Imprimindo o documento
Figura 35: Tela para impressão de documentos do Microsoft
Office Word.
Para realizar a impressão de um documento, inicialmente você deve verificar se há uma
impressora instalada em seu computador ou na rede na qual o seu computador está conectado.
Caso não possua, será necessário que um técnico em informática faça a instalação da
impressora. Se a impressora estiver instalada corretamente, basta que você acesse a opção
“Imprimir” no menu “arquivo” da barra de menus. Com isso surgirá uma janela em seu
computador para que você selecione o número de cópias e quais páginas do documento você
deseja imprimir (Figura 7.5). Uma vez definidos esses parâmetros, basta clicar no botão “OK”
para que o documento seja impresso.
Página 51 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Editando o texto
Uma vez que o texto foi digitado, podemos realizar mudanças no mesmo. Esse processo
é chamado de edição. Os principais recursos para essa finalidade são:
copiar;
colar;
recortar;
localizar;
substituir;
correção ortográfica.
Para realizar a cópia de um conjunto de caracteres (letras, palavras ou frases), é
necessário que você selecione o que deve ser copiado. Para selecionar, basta você posicionar o
ponto de inserção à esquerda do conjunto de caracteres a serem copiados. Feito isso, você
deve pressionar a tecla “Shift” e, mantendo-a pressionada, avançar a seleção com o auxílio
das teclas de movimentação (Figura 7.6) na direção e no sentido desejados. Outra opção é
utilizar o mouse: selecione o texto mantendo o botão esquerdo pressionado. Com o texto
selecionado, basta pressionar a combinação de teclas “Control + c” para copiar os caracteres
selecionados para a área de transferência (área de memória onde é armazenado tudo o que é
copiado). Agora, você pode colar o conteúdo copiado no mesmo ou em qualquer outro
documento. Para isso, basta posicionar o ponto de inserção no local desejado e pressionar as
teclas “Control + v”. Pronto, o texto mais recentemente copiado para a área de transferência é
replicado no local desejado.
Figura 36: Essas são as teclas
de movimentação.
O recurso de recortar possui funcionamento semelhante ao de copiar. O que muda é que
o conjunto de caracteres recortados é removido para a área de transferência e, dessa forma,
desaparece do documento original. A combinação de teclas para recortar é “
Control + x”.
Para realizar as operações de copiar, colar e alterar, você pode usar o mouse em vez do
teclado, se preferir. Basta, com o texto selecionado, que você dê um clique com o botão
direito do mouse. Aparecerá um menu, no qual você deverá escolher uma entre as três
operações.
Outra forma comum de edição de documentos é por meio do recurso “
Localizar”, no
qual você instrui o processador de textos a percorrer todo o documento à procura de um
Página 52 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
conjunto de caracteres. Toda vez que o processador de textos encontra esse conjunto, você
pode substituir o texto por outro com a função “
Substituir”. Para acessar esse recurso, você
deve clicar em “
Editar” na barra de menus e depois clicar na opção “Localizar”. Com isso,
aparecerá a tela da figura 7.7. No campo “
Localizar”, você deve digitar o conjunto de
caracteres a ser buscado no documento. Já no campo “
Substituir por”, você deve digitar o
novo conjunto de caracteres. Se você deixar o campo “
Substituir por” em branco, apagará
todas as ocorrências do texto que foram localizadas.
Fi
gura 37: Esta é a janela do recurso de Localizar e Substituir.
No Microsoft Office Word, existe uma ferramenta chamada Ortografia e gramática.
Esse recurso permite que o texto existente no documento seja analisado segundo as regras de
ortografia e gramática do idioma selecionado pelo usuário. Para acessar essa ferramenta, basta
clicar na opção “Ortografia e gramática” existente no Menu Ferramentas. Automaticamente o
processador inicia a verificação do documento, conforme observado na Figura 7.8, e sugere
correções que o usuário pode ignorar ou aceitar. Nem sempre as sugestões são corretas; é
muito comum sugestões erradas, fique atento!
Página 53 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Figura 38: Essa é a janela do recurso Ortografia e
gramática.
Inserção de objetos não-textuais
No Microsoft Office Word, além dos caracteres é possível a inserção de objetos nãotextuais, tais como imagem e tabelas. Esses objetos são importantes seja para ilustrar o
conteúdo do documento (imagens) ou para dispor os textos de um modo organizado (tabela).
A seguir, você aprenderá como trabalhar com esses objetos não-textuais.
Para realizar a inserção de um arquivo que contenha uma imagem, é necessário que na
barra de menus você abra o Menu “
Inserir”, dentro dele, abra “Imagem” e depois clique em
do Arquivo” .
Fi
gura 39: Este é o caminho para a inserção de imagem.
Feito isso, surgirá a tela representada pela Figura 7.10. Nessa tela, você deve procurar
no seu computador o arquivo que contém a imagem que você deseja inserir no documento.
Quando encontrar esse arquivo, basta posicionar o cursor do mouse sobre o nome do arquivo
e dar dois cliques com o botão esquerdo do mouse. Com isso, a imagem existente no arquivo
será inserida no documento.
Página 54 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
MULTIMÍDIA Figura 40: Tela de inserção de Imagem.
Para assistir a um vídeo sobre a inserção de imagens no Microsoft Office Word 2003, acesse
o site http:// www.youtube.com/watch?v=pYOc6lf7Kx4
Figura 41: Janela para inserção de tabelas.
Para a inserção de uma tabela, basta que você acesse o Menu “Tabela” na Barra de
Menus e, em seguida, abra o sub-menu “Inserir” e clique na opção “Tabela”. Com isso
aparecerá a tela representada na Figura 7.11. Nessa tela, você deve configurar o número de
colunas e linhas da tabela e clicar no botão “OK”.
O resultado da configuração da tabela da Figura 7.11 é a Figura 7.12.
Página 55 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Figura 42: Tabela gerada no processador de textos dada a configuração existente na
Figura 7.11.
CÉLULA: É o nome dado à interseção, isto é, o espaço entre uma linha e uma coluna em uma
tabela.
A inserção de caracteres e imagens dentro das CÉLULAS de uma tabela é feita
normalmente, como se fosse no corpo do documento.
MULTIMÍDIA
Para assistir a um vídeo sobre a inserção de tabelas no Microsoft Office Word 2003, acesse o
site http://www.youtube.com/watch?v=-GTWvRvCRxg
Formatando o documento
Um dos grandes diferenciais do processador de textos dos computadores para as antigas
máquinas de escrever é a capacidade que se tem de alterar a aparência do texto. Você
aprenderá nesse tópico os principais recursos para alterar o visual de um documento.
Na barra de Menu existe o menu
Formatar, o qual tem diversas opções de formatação.
Quando você clica na opção FONTE surge a tela da Figura 13.
Figura 43: Tela de formatação de fonte.
Página 56 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
FONTE: Tipo de letra do texto.
Nessa tela, por exemplo, é possível que se alterem a fonte, o tamanho do texto, a cor do
texto, de acordo com o desejo de cada usuário. É necessário que o texto a ser formato esteja
selecionado antes de você entrar na tela da Figura 7.13 para que ele seja alterado, pois se o
texto que você deseja alterar não estiver selecionado, nada irá acontecer. As opções mais
utilizadas são: negrito, itálico e sublinhado. O efeito visual de cada um dos estilos é exibido a
seguir:
Exemplo de texto em negrito
Exemplo de texto em itálico
Exemplo de texto sublinhado
Para exemplificar os estilos, foi utilizado anteriormente o recurso Marcadores e
Numeração, o que dá ao texto a aparência de uma lista. Esse recurso de formatação é acessado
pelo Menu “
Formatar” na opção “Marcadores e numeração”. A Figura 7.14 exibe a tela desse
recurso. Observe, nessa figura, que existem diversos tipos de marcadores diferentes que você
pode escolher para gerar a sua lista.
Outros itens de formatação frequentemente utilizados são o alinhamento de parágrafo e
o espaçamento entre as linhas do texto. Para acessar esses itens, é só você clicar na opção
Parágrafo”; com isso será exibida a seguinte tela (Figura 7.15). Nessa tela, você pode
selecionar o alinhamento do parágrafo entre as opções: esquerda, centralizada, direita e
justificada. Já o campo de espaçamento entre linhas existente nessa tela possui como
principais opções:
simples, 1,5 e duplo. Esse campo gera a distância entre as linhas do texto;
para linhas mais próximas use a opção
simples, para linhas com aproximação média use 1,5 e
para linhas mais afastadas use a opção
duplo.
F
igura 44: Tela do recurso Marcadores e numeração.
Página 57 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Figura 45: Formatação de parágrafo.
Em relação à formatação das páginas do documento, existe no menu Arquivo a opção
Formatar página”. Nessa opção, você pode definir a orientação da página em modo retrato
(folha em pé) ou em modo paisagem (folha deitada).
Figura 46: Orientação da página no modo paisagem.
Página 58 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Figura 47: Orientação da página
no modo retrato.
Você também pode definir as margens da página do documento, ou seja, a distância da
borda (extremidade) da folha até o início da região de impressão do texto. Existem quatro
margens: superior, inferior, direita e esquerda.
RESUMINDO…
Um processador de texto é um aplicativo destinado à criação, edição, formatação e
visualização de documentos.
O uso de um processador de textos em geral segue a seguinte seqüência: digitação
do texto, edição do texto digitado, inserção de objetos não-textuais, formatação do
documento e armazenamento do documento em algum dispositivo de memória
secundária.
Para salvar um documento, você deve, na barra de menu, acessar o menu
“Arquivo” e, em seguida, clicar na opção “Salvar”.
Para realizar a cópia de um conjunto de caracteres (letras, palavras ou frases), é
necessário que você selecione o que deve ser copiado. Com o texto selecionado,
basta pressionar a combinação de teclas “Control + c).
No Microsoft Office Word existe uma ferramenta chamada “Ortografia e
gramática”. Esse recurso permite que o texto existente no documento seja
analisado segundo as regras de ortografia e gramática do idioma selecionado pelo
usuário.
No Microsoft Office Word é possível a inserção de objetos não-textuais, tais como
imagem e tabelas. Esses objetos são importantes tanto para ilustrar o conteúdo do
documento (imagens) como para dispor os textos de um modo organizado (tabela).
Página 59 de 126
Informática Básica Professor: Fábio Ferreira
Um dos grandes diferenciais do processador de textos dos computadores para as
antigas máquinas de escrever é a capacidade que se tem de alterar a aparência do
texto

Domingos

Domingos Fernandes Moreira Técnico em TI (Tecnologia da Informação) Certificação: Assistente Projetos E Desenvolvimento De Sistemas Para Internet. Certificação: DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. dmoreirafernandes2011@gmai.com (11)98537-9939

%d blogueiros gostam disto: